0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 08/04/2019 12:05

A segunda-feira, 8, amanheceu com sol em Tocantínia, a 75 km de Palmas, mas no final de semana, choveu muito no município, deixando ruas da Vila Planalto completamente alagadas. Um vídeo feito por moradores do setor foi enviado ao Você no Orla, mostrando a situação. O curioso é que o alagamento não foi provocado por cheia do rio Tocantins ou por qualquer outro dos seus afluentes. 

O Portal Orla Notícias conversou com moradores que confirmaram que o setor, que fica atrás do tradicional Colégio Batista, recebeu obras de pavimentação, há cerca de 15 anos. Mas de lá para cá, o asfalto praticamente desapareceu em algumas ruas, trazendo de volta o barro, a poeira e a lama. 

Quando chove, a água fica empoçada, mais parecendo que “transbordou um ribeirão nas imediações”. A reportagem entrou em contato com o prefeito Manoel Silvino(SD) para saber as providências que serão adotadas emergencialmente e a médio prazo. Por meio de nota, Silvino disse que o problema mencionado é recorrente em razão da situação geográfica do Setor.

Segundo o gestor, houve tentativa de solução pela Gestão 2001/2004, que se mostrou  “inócua, em razão da ausência de serviços de drenagem quando da execução dos serviços de asfaltamento da Setor Vila Planalto”.

A nota diz que como os serviços foram executados com dinheiro do governo federal, o município ficou impedido de pleitear novos recursos para a mesma finalidade, por um período de 10 (dez) anos.

De modo que, Silvino disse que buscou, quando assumiu a gestão em 2017, apoio parlamentar para junto ao antigo Ministério da Integração, hoje, Ministério do Desenvolvimento Regional, solucionar o problema. Mas aí, apareceram outros pendências de ordem financeira que impediram a liberação do dinheiro, tais como ausência de pagamento de INSS; FGTS; PIS/PASEP; de prestação de contas, além de obras inacabadas e outras dívidas.

Manoel Silvino garantiu que o convênio agora “encontra-se na fase de análise dos projetos de engenharia” e que a partir da aprovação, “o município será autorizado a licitar e contratar a empresa para sua execução”. No entanto, a nota não informa prazos para que isto ocorra.  

Para o morador o alerta vem da previsão do tempo, que aponta pancadas de chuva para tarde e noite em Tocantínia, segundo o Portal Climatempo. 

Post Anterior

Mais um suspeito é preso por envolvimento no sequestro de família em Guaraí

Próximo Post

Termina nesta terça-feira (9) prazo para que empresas do Simples inscrevam empregado no eSocial