0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 17/03/2020 18:31

O Governo do Estado assinou nesta terça-feira, 17, decreto que suspende, por tempo indeterminado, as visitas aos parques estaduais do Jalapão; do Cantão; e de Lajeado, além do Monumento Natural das Árvores Fossilizadas, que são administrados pelo Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins).

A publicação será publicada na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira, 17, e ocorre em razão da grave situação global de saúde pública em função do vírus Covid-19 (novo coronavírus). A decisão será mantida até que os dados e as ações executadas pelos órgãos de controle da doença indiquem uma volta à normalidade.

A determinação considera a recomendação do Ministério da Saúde (MS) e da Secretaria de Estado da Saúde (SES) em reduzir o contato social para evitar a proliferação do vírus, uma vez que os locais recebem turistas advindos de muitas regiões do país com foco avançado de proliferação do Covid–19 e até mesmo de fora do Brasil.

Lista

Estão suspensas as visitações turísticas nos Parques Estaduais do Tocantins, conforme lista abaixo:

Parque Estadual do Cantão: Trilha do Cega Machado, Trilha do Ferrugem e Varjão do Murici, Trilha do Lago Rico e Trilha do Lago de Dentro.

Parque Estadual do Jalapão: Cachoeira da Velha, Prainha da Cachoeira da Velha, Dunas e Trilha do Espírito Santo.

Parque Estadual de Lajeado: Trilha do Mirante das Mangabeiras, Trilha do Mirante da Onça, Trilha do Brejo Cumprido e Trilha da Matinha.

Monumento Natural das Árvores Fossilizadas: Trilha da Andradina, Trilha da Buritirana e Trilha do Neco.

Outras ações do Governo

Além da suspensão às visitas nos parques estaduais e no Monumento Natural das Árvores Fossilizadas, o Governo implantou um Comitê de Crise para Prevenção do vírus Covid-19 com representantes de outros Poderes do Estado e órgãos institucionais, e decretou a suspensão das aulas nas escolas da Rede Pública Estadual de Ensino e na Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) durante esta semana (de 16 a 20 de março).

No mesmo sentido, o Governo também determinou, a partir desta terça-feira, 17, a redução na jornada de trabalho dos servidores públicos estaduais para 6 horas diárias (das 8 às 14 horas); a suspensão, por tempo indeterminado, de visitas turísticas ao Palácio Araguaia; e o adiamento, por 30 dias, de todos os eventos programados pelo Poder Executivo.

Outra medida adotada pela Gestão estadual foi a suspensão das visitas nas unidades prisionais do Tocantins. A determinação visa garantir o direito à saúde dos custodiados, dos agentes de execução penal e dos servidores do Sistema Penitenciário e Prisional. A decisão prevê ainda a suspensão das transferências estaduais e interestaduais de presos, salvo as previamente autorizadas.

Post Anterior

MPTO apura contratação de carretas da saúde pelo Estado no valor aproximado de R$ 20 milhões em meio à pandemia do coronavírus

Próximo Post

Com um milhão e quinhentos mil habitantes Tocantins deverá receber mais de R$ 3 milhões para o combate ao coronavírus

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *