0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 26/05/2021 14:05

Senadores da CPI da Covid aprovaram nesta quarta-feira, 26, diferentes pedidos de requerimento para a convocação de governadores. Também foram aprovadas reconvocações do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e do ex-chefe da pasta Eduardo Pazuello.

O cronograma de quando serão prestados os depoimentos aprovados ainda não foi definido. Os parlamentares definiram que seriam aprovadas as convocações de governadores e prefeitos envolvidos em operações já realizadas pela Polícia Federal para apurar desvios de recursos na pandemia.

Sessão CPI Covid. Foto: Divulgação.

Governadores

Wilson Lima – Amazonas

Helder Barbalho – Pará

Carlos Moisés e sua vice, Daniela Reinehr – Santa Catarina

Antonio Oliveira Garcia de Almeida – Roraima

Waldez Góes – Amapá

Marcos José Rocha dos Santos – Rondônia

Ibaneis Rocha – Distrito Federal

Mauro Carlesse – Tocantins

Wellington Dias – Piauí e presidente do Consórcio do Nordeste

Wilson Witzel – ex-governador do Rio de Janeiro

No caso do Rio de Janeiro, os senadores entenderam que o atual governador Cláudio Castro não estava no cargo na época dos fatos analisados pela CPI. Porém, também será convocado se surgirem novos episódios que justifiquem seu depoimento.

Os senadores também aprovaram convocação de:

Carlos Wizard, empresário;

Arthur Weintraub, ex-assessor especial da presidência da República;

Marcos Eraldo Arnoud Marques, o Markinhos Show, ex-diretor de comunicação do Ministério da Saúde;

Paulo Barauna, diretor da White Martins

Airton Antonio Soligo, do Ministério da Saúde

Filipe Martins,assessor de assuntos internacionais da Presidência da República;

Luana Araujo, ex-secretária de enfrentamento à covid do Ministério da Saúde.

Post Anterior

De 'pênis na Fiocruz' a cloroquina na OMS, as notícias falsas citadas na CPI da Covid

Próximo Post

Randolfe apresenta requerimento de convocação de Bolsonaro à CPI

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *