0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 20/07/2022 10:55

O governo que vai antecipar o pagamento do Auxílio Brasil para a primeira quinzena de agosto  atualmente os pagamentos do programa ocorrem na segunda quinzena de cada mês  vai desembolsar cerca de R$ 11,4 bilhões com o auxílio para atender cerca de 19 milhões de famílias.

Antes do reajuste, o programa custava aos cofres públicos R$ 7,3 bilhões para atender cerca de 18 milhões de famílias. O ministro explica que, para realizar a antecipação, “a gente [Ministério da Cidadania] está na melhoria do processo para trazer essa primeira data de pagamento para a primeira quinzena. Para os beneficiários do Auxílio Brasil estarem recebendo como todo mundo”. Trabalhadores em geral recebem os salários no início de cada mês.

Com a aprovação da proposta de emenda à Constituição no Congresso Nacional, o valor do Auxílio Brasil foi reajustado de R$ 400 para R$ 600 até o fim do ano.

A ideia do governo é também antecipar o pagamento do Auxílio Gás para a primeira quinzena de agosto. O vale-gás é pago a 6 milhões de famílias e vai passar de R$ 52 para algo em torno de R$ 104. O valor do vale-gás é definido por tabela do Ministério de Minas e Energia. O governo deve gastar cerca de 620 milhões com o programa social a cada dois meses.

O Auxílio Brasil deve receber a partir de agosto cerca de 1 milhão de novas famílias. A informação foi confirmada ao blog pelo ministro da Cidadania, Ronaldo Vieira, que explicou: o objetivo é “zerar a fila e colocar as pessoas habilitadas ao longo do ano”.

Post Anterior

Próximo Post

Parceiros planejam evento do Dia Mundial da Limpeza dos Lagos na capital do Tocantins

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.