0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 04/06/2022 08:39

Três capitais voltaram a recomendar a utilização de máscaras de proteção em locais fechados devido ao aumento de casos da Covid-19, segundo levantamento : São PauloCuritiba e Belo Horizonte.

Essas e todas as demais capitais, junto ao Distrito Federal, desobrigam a exigência de proteção facial em todos ambientes por decreto.

Segundo a Prefeitura de São Paulo, a decisão de retorno “leva em conta o aumento na positividade dos testes rápidos antígenos (TRAs) para Covid-19. Na semana epidemiológica 17 (24 a 30 de abril), a taxa de positividade foi de 4%, enquanto em 30 de maio, a positividade foi de 18%.”

No dia 31 de maio, o Comitê Científico do Coronavírus no estado de São Paulo retornou com a instrução, que não muda a legislação vigente, que impõe o uso apenas em hospitais e no transporte coletivo.

A Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba explica que junto ao aumento de infecções pelo coronavírus, está também a pressão enfrentada pelo sistema hospitalar devido ao crescimento de atendimento por outras doenças respiratórias.

Belo Horizonte indica que observou “uma tendência de aumento da incidência acumulada nos últimos 14 dias por 100 mil habitantes e, embora até o presente momento não se observe alteração no indicador relativo a letalidade da Covid, as mudanças nas regras são uma estratégia fundamental para o enfrentamento da doença no município.”

Post Anterior

Governo define bloqueio de R$ 8,7 bilhões de recursos e não contempla reajuste aos servidores

Próximo Post

Servidores do BC mantêm greve por tempo indeterminado

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.