Home»Destaque»TRE visita aldeias indígenas de Itacajá alertando sobre compras de votos em eleição suplementar

TRE visita aldeias indígenas de Itacajá alertando sobre compras de votos em eleição suplementar

A Zona Eleitoral do município possui dois locais de votação na área indígena.

Atualizada em: 24/11/2017 17:51

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Vizinho dos municípios de Santa Maria do Tocantins e Itapiratins, que conta com mais de 7 mil habitantes, Itacajá na região nordeste do Tocantins, terá eleição suplementar  no dia 3 de dezembro. Grande parte da população da cidade é composta por índios da etnia Kraôs. A Zona Eleitoral do município possui dois locais de votação na área indígena: Aldeia Manoel Alves Pequeno, com uma Seção e 270 eleitores, e Aldeia Santa Cruz, com 449 eleitores divididos em duas Seções.      

Durante essa semana, técnicos e analistas da Justiça Eleitoral se reuniram com policiais militares e lideranças indígenas Krahô, com o objetivo de falar sobre a segurança e orientações durante as eleições. Na Aldeia Santa Cruz, cerca de 30 km do Município, o cacique Ariston contou que o principal problema nas eleições é a presença de pessoas estranhas que frequentam as aldeias na véspera e no dia da eleição. “Essas pessoas, que não são índios, não votam ou não trabalham nas aldeias e nem estão a serviço da Justiça Eleitoral, acabam interferindo no sossego do nosso povo, às vezes oferecendo presentes, fazendo pressão, e isso não é bom”, diz o cacique. 

Foto: Divulgação.

Participam da visita a chefe de cartório, Magna Regina, o analista judiciário do TRE-TO, Ateon Siqueira, o comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar em Pedro Afonso, Major Carlos Magno, o Capitão Aderlan, que comandará o policiamento antes e durante a eleição suplementar, além de outros militares que atuarão na cobertura da eleição na região indígena. As reuniões tem o objetivo de apresentar o planejamento por parte do Cartório Eleitoral e da Polícia Militar, que vão atuar de forma conjunta no combate a crimes eleitorais durante o processo. 

Campanha Eleitoral 

Estão permitidas até o dia 01 de dezembro, a campanha eleitoral para os três candidatos que concorrem à cadeira na prefeitura da cidade. A coligação Humildade e Responsabilidade (SD e PR) tem como candidato a prefeito Cleoman Correia Costa e o candidato a vice-prefeito Clodoaldo Pereira do Nascimento. O Partido dos Trabalhadores (PT) registrou a candidatura de Raimundo Marcos Soares Filho para prefeito e Raimundo Simplício dos Santos para vice-prefeito. A coligação Itacajá para Todos (PSDB e PMDB) tem como candidato ao cargo de prefeito, Manoel de Souza Pinheiro e a vice-prefeito Márcio Leandro Vieira.  

Registro TRE 

Na inicio desta semana, o Tribunal Regional Eleitoral, liberou o registro eleitoral do candidato ao prefeito da cidade, Manoel de Souza Pinheiro (PSDB). Por 4 votos a 1, o Tribunal de Justiça do Tocantins, decidiu que o candidato Manoel Pinheiro, é elegível. 

O candidato ficou inelegível em virtude da reprovação do balancete do ano de 2010 que foi rejeitado pela Câmara Municipal de Vereadores do município no ano de 2014, no entanto, o TJ/TO anulou o decreto no dia 07 de novembro deste ano, pois segundo o órgão, as comissões não foram legalmente constituídas de acordo com o regimento interno da Câmara Municipal. 

Segundo o advogado do candidato, Márcio Leandro, a anulação do decreto mostra a legitimidade do processo, “Manoel Pinheiro foi vítima em todo esse processo, tanto que isso é demonstrado no acórdão emitido pelo TJ/TO. A partir de agora é preciso o bom senso dos candidatos, para a legitimidade da eleição,” afirma Leandro. 

 

Post Anterior

Bitrem carregado de arroz tomba na BR-153 entre Gurupi e Aliança

Próximo Post

Especialista faz alerta após divulgação de balanço do BC sobre operação de crédito