0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 07/06/2022 20:35

Por 4 votos a 2, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo acolheu recurso impetrado pelo PT e barrou o pedido de transferência de domicílio do ex-juiz Sergio Moro. Com a decisão, que pode ser revertida no TSE, Moro fica impedido de concorrer a qualquer cargo pelo estado nas eleições de 2022. Ele é pré-candidato ao Senado.

No pedido, apresentado pelo deputado federal Alexandre Padilha e pelo diretório municipal do PT em São Paulo, os petistas alegaram que o ex-juiz, hoje filiado à União Brasil, não possui vínculo profissional na capital paulista e apresentou o endereço de um hotel para comprovar residência.

A defesa de Moro ainda não se pronunciou.

Post Anterior

Eduardo Gomes diz que 'teto do ICMS' não é projeto eleitoreiro

Próximo Post

Temer desmente Bolsonaro sobre "acordo" com Alexandre de Moraes após 7 de Setembro

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.