0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 24/10/2018 14:53

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou o envio de forças federais para 356 localidades do Brasil durante o segundo turno das Eleições 2018, que acontece neste domingo, 28.  As requisições partiram de onze Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).

O reforço na segurança, segundo o TSE, será nos estados do Acre, Amazonas, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Tocantins. A atuação das forças federais nas eleições é medida prevista no inciso XIV do artigo 23 da Lei nº 4.737/1965 (Código Eleitoral). As solicitações aprovadas pelo TSE na sessão desta última terça-feira,23,  serão encaminhadas ao Ministério da Defesa, órgão responsável pelo planejamento e execução das ações empreendidas pelas Forças Armadas.

No Tocantins, os militares irão reforçar a segurança em oito zonas eleitoras distribuídas em 16 locais de votação. Neste domingo, 28, não haverá escolha para governador e vice no Estado, pois os mesmos já foram definidos em 1º turno, porém os eleitores tocantinenses devem retornar às urnas para elegerem o novo Presidente da República.

  • Tocantínia (Seções Eleitorais: 54ª – Aldeia Indígena Xerentes, 55ª – Aldeia Indígena Rio Sono, 56ª – Aldeia Indígena P .I Xerente, 96ª – Brejo Comprido e Funil)
  • Formoso do Araguaia (Aldeia Indígena São João, Aldeia Indígena Canoanã e Aldeia Indígena Txuiri)
  • Pedro Afonso ( Aldeia Indígena Lajeado)
  • Goiatins (Seções Eleitorias: 60ª – Aldeia Rio Vermelho, 61ª – Aldeia Pedra Branca e 70ª – Aldeia Cachoeira)
  • Araguaína
  • Gurupi
  • Cariri
  • Palmas
Post Anterior

Crônica: Miragem - Por Savick Brenna

Próximo Post

Pornografia infantil: Em apenas três meses, Facebook remove 8,7 milhões de imagens de crianças nuas