Home»Destaque»Tocantins lidera ranking de prisões por corrupção entre 2014 e 2018 no país

Tocantins lidera ranking de prisões por corrupção entre 2014 e 2018 no país

Atualizada em: 08/01/2019 16:21

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Segundo dados publicados pelo jornal O Estado de S. Paulo, entre 2014 e 2018, o Tocantins deflagrou diversas operações a fim de combater a corrupção. No levantamento, o Estado aparece com porcentagem disparada no número de prisões pelo crime, que incluem delitos financeiros, delitos fiscais e desvios de verbas públicas. Em quatro anos, mais de 50% das prisões no Tocantins, encabeçadas pela Polícia Federal, foram referentes à corrupção.

Foto: Reprodução/Estadão

No âmbito estadual, a Polícia Civil também tem forte atuação em todo o Tocantins. Dentre as ações está o Projeto “Eleições Limpas, Voto Consciente”, realizado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do  Estado, Sindepol-TO em 2018. 

A iniciativa surgiu com dois seminários que capacitaram Delegados da Polícia Civil e, durante as eleições gerais, resultou em mais 111 denúncias, 25 ocorrências, 4 prisões em flagrante, 14 TCOs e sete apreensões de materiais de campanha. Nas eleições suplementares do Tocantins o número de presos também foi expressivo. Das oito prisões, cinco envolveram políticos que ocupavam algum cargo, sendo três vice-prefeitos e dois vereadores.

Outra ação que está em andamento e na 5º fase, a Operação Catarse investiga funcionários fantasmas no estado e já realizou varias prisões. Já as operações Jogo Limpo  e Espectro investigaram casos de corrupção na administração pública da Fundação de Lazer e Esportes de Palmas (Fundesportes) e na Assembleia Legislativa, respectivamente, ambos em parceria com a Polícia Federal.

Eventos de Combate à Corrupção

Em dezembro de 2018 foi realizado o Fórum Tocantinense de Combate à Corrupção (Focco), que faz parte de uma Rede de Controle Nacional e para o primeiro semestre de 2019 o Sindepol-TO organiza o I Congresso da Polícia Judiciária no Combate à Corrupção no Tocantins. “No nosso estado a união entre a Polícia Civil e a Polícia Federal já vem acontecendo, tanto é que apresentamos esses resultados. E para 2019 o combate à corrupção continua sendo uma de nossas prioridades”, afirma o presidente do Sindicato, Mozart Felix.

Delegados no estado

Com 220 unidades operacionais da Polícia Civil, o Tocantins conta com cerca de 180 Delegados na ativa, distribuídos nos 139 municípios. Atualmente o Sindepol-TO têm 182 Delegados filiados entre aposentados e na ativa, e grande parte participou dos seminários de capacitação realizados no ano de 2018. (Com informações do Sindepol-TO)

Post Anterior

Anavitória anuncia seu próprio festival de música, NAVE

Próximo Post

Energisa faz alerta sobre golpes aplicados em nome da empresa no sudeste do Tocantins

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *