0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 13/05/2020 18:49

Um homem de 40 anos foi preso nesta quarta-feira,13, pela Polícia Civil. Ele é suspeito de ter sido ele o mandante do crime de homicídio de um homem, que estava desaparecido desde o final do ano passado.

Segundo o delegado Roberto Assis, titular do 45ª DPC de Colméia, o crime começou a ser desvendado no dia 12 de abril do mês passado, quando policiais civis da unidade localizaram o suspeito de ter assassinado “Julinho”, Na oportunidade, o suspeito confessou o homicídio e indicou onde estaria o cadáver da vítima.

As investigações avançaram e, um dia após a Polícia Civil de Colmeia, prender um empresário suspeito de ter sido o mandante de uma outro homicídio ao mesmo executor, foi possível efetuar a prisão do mandante da morte de “Julinho”.

Segundo as investigações, o executor do crime da morte de “Julinho” disse que recebeu do suposto mandante R$ 900,00. Para a outra morte que foi encomendada por outro comerciante da cidade, o executor receberia uma motocicleta no valor aproximado de R$ 2.000 reais. Porém, nesta “encomenda”, a vítima conseguiu fugir e escapou com vida.

A motivação do crime de homicídio encomendado contra “Julinho” seria os furtos cometidos pela vítima no bar do suspeito. Conforme apurado, a vítima teria invadido o bar do suspeito à noite e furtado certa quantia em dinheiro.

Primos

Segundo o delegado Roberto Assis, os casos estão concluídos e serão remetidos ao Judiciário. Ele observa que chama atenção o fato dos dois suspeitos de serem mandantes dos crimes primos e empresários na cidade. “Um é dono de uma oficina e o outro de um famoso bar em Colméia. Logo, encomendaram duas vítimas pelo mesmo assassino”, pontuou o delegado ao informar que, cumprida a prisão temporária do suspeito, ele está preso por 30 dias enquanto as investigações prosseguem para verificar se há outros envolvidos.

Post Anterior

Justiça aceita pedido do PSB e suspende decreto que flexibilizou transporte coletivo em Palmas

Próximo Post

Como se adaptar ao novo normal: analista comportamental destaca novas relações de consumo

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *