0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 30/06/2022 12:01

O Supremo Tribunal Federal (STF) impôs sigilo sobre as investigações envolvendo a suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro sobre a Polícia Federal. O inquérito tem relatoria da ministra Cármen Lúcia.

O caso passou a ter acesso restrito após o juiz federal Rento Borelli, da Seção Judiciária do Distrito Federal, enviar o caso do ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, à corte. Após a prisão do ex-MEC na semana passada, Borelli apontou indícios de interferência de escalões superiores nas operações da Polícia Federal. 

Post Anterior

Pastor lobista diz que denúncias sobre o MEC buscam atingir Jair Bolsonaro

Próximo Post

Oposição e governo se unem em votação da PEC dos Combustíveis; veja os votos