Home»Comunidade»Servidores do ‘extinto’ Banco do Empreendedor questionam governo com faixa de luto

Servidores do ‘extinto’ Banco do Empreendedor questionam governo com faixa de luto

Atualizada em: 09/01/2019 11:34

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A sede do Banco do Empreendedor do Tocantins(BEM), autarquia estadual, na avenida Teotônio Segurado, centro de Palmas, amanheceu nesta quarta-feira, 9, com uma faixa de luto na entrada e uma mensagem ao governador Mauro Carlesse(PHS). Nos dizeres, o questionamento: “depois de 20 anos de Banco do Empreendedor(Prodivino), o que será de  nós?”

O Banco do Empreendedor foi incluído na reforma administrativa anunciada no primeiro dia de 2019, pela equipe de Carlesse, durante entrevista coletiva no Palácio Araguaia, logo após a posse na Assembleia Legislativa. No entanto, até agora, a medida provisória que oficializa a reforma ainda não foi publicada no Diário Oficial do Estado.

Sem novo decreto, expediente nos órgãos estaduais volta a oito horas: governo reduz estrutura e prevê economia

Com isso, servidores ainda não sabem, oficialmente, como ficará a situação funcional. A proposta do Executivo é que a Agência de Fomento encampe as atribuições e o quadro de servidores do Banco. 

Cabia ao Banco do Empreendedor destinar linhas de crédito aos microempreendedores individuais para iniciar ou ampliar um negócio, atendendo, principalmente, pessoas com pouco acesso às linhas de crédito das instituições financeiras tradicionais.

O Portal Orla Notícias solicitou respostas à Secretaria de Comunicação do Tocantins sobre os questionamentos apresentadores pelos servidores do BEM e aguarda manifestação. 

Post Anterior

Moradores cobram roçagem de mato em quadras da capital: veja registros do Você no Orla

Próximo Post

Agora é lei: fotos de pessoas desaparecidas serão impressas em contas de água

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *