0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 11/01/2022 17:25

Wilson Picler (foto), empresário paranaense que doou R$ 800 mil para o PSL na campanha de Jair Bolsonaro em 2018, decidiu apoiar a candidatura de Sergio Moro. O Antagonista confirmou que o acerto ocorreu no domingo, em jantar na casa do advogado Luís Felipe Cunha, amigo do ex-juiz e responsável por costurar doações eleitorais.

Ex-deputado federal, Picler é dono do grupo educacional Uninter e tentou sem sucesso o Senado em 2018. Na ocasião, ele declarou patrimônio de R$ 48,9 milhões. Ao Estadão, ele disse que se decepcionou com Bolsonaro por descumprir a promessa de acabar com a reeleição e de defender o combate à corrupção.

¨Não tenho nada contra o Bolsonaro. Ajudei ele. Na época, ele disse que não haveria reeleição, que ia acabar com a reeleição, que não concorreria à reeleição. Também falou muito de Lava Jato. No fim, acabou tendo reeleição e a Lava Jato sofreu um revertério muito grande.”

Segundo ele, o apoio a Moro se tornou necessário com Lula no páreo.

“O Bolsonaro já governou. Está terminando o mandato dele. E eu sou contra a reeleição para cargos de Executivo. Faço parte de um rol de brasileiros que estão frustrados com o que aconteceu com a Lava Jato. E se o Lula vai disputar a eleição, então o Sérgio Moro é fundamental nessa disputa.” Fonte O Antagonista

Post Anterior

Petrobras anuncia reajuste no preço da gasolina e do diesel

Próximo Post

Planejamento da Infraestrutura do Tocantins em 2022 garante melhorias de norte a sul do Estado