0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 19/07/2022 11:08

O senador Carlos Fávaro (PSD-MT) coordenará a campanha de Lula no Mato Grosso, sua presença representa uma aproximação do petista com o agronegócio e setores produtivos. 

Fávaro era até então aliado de Jair Bolsonaro.

Neri Geller (PP-MT), deputado e vice-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), também declarou apoio a Lula. O anúncio aconteceu na última semana, após um encontro em Brasília.

Um deputado do Progressistas em caráter reservado explicou a O Antagonista que a decisão de Geller não teve resistência dentro do partido de Ciro Nogueira. “Ele [Neri] já foi ministro [da Agricultura] de Dilma [Rousseff] e então, é perfeitamente natural sua ida para Lula. Seria considerado traição se ele tivesse sido ministro de [Jair] Bolsonaro”, disse.

Post Anterior

Presidente do Cidadania pede que o Congresso "abra um processo de impeachment" contra Bolsonaro

Próximo Post

Novo quer que outro ministro no STF, além de Mendonça, analise PEC kamikaze

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.