0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 06/07/2020 18:54

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), disponibilizou o WhatsApp Ambiental para aqueles que desejam tirar dúvidas. Sendo um canal de comunicação a mais, o número tem como objetivo dar assistência em relação ao combate das queimadas realizado pelo Governo do Tocantins.

O contato será por meio do número (63) 99988-0030 apenas para esclarecimentos por mensagens de texto, não sendo possível realizar denúncias. O cidadão deve estar atento a todas as informações prestadas e os horários de atendimento, seguindo o decreto do Estado que impõe carga horária de 6 horas e obedecendo o expediente da Semarh das 8 às 14 horas.

Além do serviço de tira-dúvidas, o WhatsApp também funciona para envio de atualizações diárias sobre o boletim do fogo, que trazem informações sobre as variáveis meteorológicas, e demais novidades da secretaria, ficando disponível o ano todo. Quem desejar fazer parte da lista de transmissão deverá enviar nome completo e o contato pelo e-mail: [email protected] ou pelo Whatsapp Ambiental.

Diante do atual cenário da pandemia do novo Coronavírus, as ações de combate aos incêndios florestais no Tocantins serão executadas com maior apoio da comunicação, levando as orientações aos proprietários rurais por meio de ligações telefônicas, mensagens e redes sociais, preservando a saúde pública e o meio ambiente.

Whatsapp Ambiental tem como objetivo dar assistência em relação ao combate de queimadas realizado pelo Governo do Tocantins. Foto: Camila Mitye/Governo do Tocantins.

As ações do projeto Foco no Fogo, realizado pelos servidores da Semarh, vão atender inicialmente o município de Palmas e as cidades localizadas em um raio de 80 km de distância da Capital. Segundo dados do Centro de Monitoramento Ambiental e Manejo do Fogo (Cemaf) e da Semarh, os 12 municípios que receberão as orientações contam com aproximadamente 200 propriedades rurais e foram identificadas como as que mais apresentaram queimadas nos últimos 3 anos.

A população poderá realizar denúncias de queimadas ilegais e incêndios florestais através dos canais oficiais dos órgãos fiscalizadores, sendo eles: Polícia Militar – 190 e Linha Verde Naturatins – 0800 63 1155. Já as emergências com os focos de incêndios devem ser informadas diretamente ao Corpo de Bombeiros pelo 193, à Defesa Civil pelo 199; e à Guarda Municipal Ambiental (Palmas) ligando no 153.

Boletins Diários

Os boletins são publicados no site institucional da Semarh e nas redes sociais; e enviados pela lista de transmissão no WhatsApp, trazendo os fatores de risco que indicam as variações de temperatura, a velocidade do vento e a umidade relativa do ar. Em relação à temperatura, quanto mais alta ela for, maior será o risco de incêndios florestais.

A velocidade do vento também é um fator que influencia na propagação dos incêndios. As variações da velocidade do vento vão de 25 a 48 km/h e são classificadas como risco reduzido quando há menos vento, e risco máximo quando ultrapassam os 48 km/h. 

Os riscos de incêndios são identificados por cores: amarelo (Risco Moderado), alaranjado (Risco Alto) e vermelho (Risco Muito Alto). A fonte dos dados é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Post Anterior

Governador começa a semana realizando a entrega de mais máquinas pesadas

Próximo Post

Setor privado quer acordo Brasil-EUA até eleição