0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 10/08/2020 15:54

Nesta segunda-feira, 10, o comando do primeiro Batalhão de Polícia Militar reuniu representantes de ciclistas e representantes de diversos órgãos envolvidos no trânsito estadual e municipal para discutir ações de melhorias na segurança de ciclistas no trânsito de Palmas e rodovias estaduais dentro da capital.

Como primeira ação, foi criado um grupo de trabalho com a OAB, representantes dos ciclistas, Agência de Trânsito do Município, Guarda Metropolitana, Batalhão Rodoviário Estadual, Detran e a Polícia Militar, através do 1º Batalhão da Polícia Militar, o grupo terá como finalidade promover ações para melhorar a segurança dos ciclistas da Capital.

O encontro denominado “NÃO ME MACHUQUE, NÃO ME MATE. BIKE TEM VIDA, TEM FAMÍLIA”, previsto para ocorrer nesta segunda-feira, 10, às 19h, também foi debatido, a Prefeitura de Palmas, por meio da Superintendência da Guarda Metropolitana, orientou os organizadores da manifestação para que o evento não ocorra da maneira que haviam planejado, devido ao decreto relacionado às medidas de prevenção em meio pandemia.

”O poder público se anteviu ao movimento dos ciclistas e reuniu órgãos da Prefeitura e Estado para criação de um grupo de trabalho e deste modo iniciar uma forte campanha e uma série de ações para minimizar os riscos de acidentes envolvendo bicicletas”, afirmou o comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar , tenente-coronel João Leyde de Souza Nascimento.

Segundo a superintendente da Guarda Metropolitana do município de Palmas, Letícia Godinho, a Prefeitura de Palmas, oficialmente, orienta pela não realização da manifestação no formato divulgado pelos organizadores, por descumprir o decreto de segurança sanitária do município.

A superintendente de Trânsito do Município, Valéria Ernestina de Oliveira, enfatizou que o município tem fomentado o uso de bicicletas como meio de transporte e esporte na Capital e que lamenta as mortes de ciclistas ocorridas nos últimos dias, se colocando a disposição para melhorar a sinalização e promover ações educativas de prevenção.

Os ciclistas promoverão uma homenagem aos colegas mortos na Rodovia que liga Palmas a Lajeado e que farão um abraço simbólico na praça dos girassóis, se comprometendo a manter o distanciamento de 2 metros, uso de máscaras, uso de álcool em gel e cancelando o percurso previsto para pedalada conjunta. Os órgãos envolvidos darão suporte de segurança para o evento.

Post Anterior

PRF prende dois homens por tráfico de drogas

Próximo Post

Bolsonaro tem encontro com Guedes para discutirem nova proposta de reforma tributária