0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 17/06/2020 17:07

A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), realizou, nesta semana, formação para professores, gestores e técnicos da educação. 

O treinamento foi realizado pelos técnicos da Seduc, que repassaram as estratégias propostas pela pasta para o retorno das aulas para a 3ª série do ensino médio, que inicialmente será não presencial e que está previsto para ocorrer no dia 29 de junho. As atividades foram realizadas por meio de salas on-line, já que o cenário atual exige o uso de novas estratégias e metodologias de ensino e aprendizagem. 

Novos Caminhos

O diretor do Colégio Estadual Buriti, de Buriti do Tocantins, Isaque de Sousa Almada, frisou a importância da formação no processo de retorno das aulas. “Nesse retorno, nós precisávamos de um norte, de uma orientação e, nesses dias, recebemos todas as informações necessárias para retornarmos em segurança. É um caminho novo e desafiador, mas pautado em muito respeito pelos profissionais da educação, como foi demonstrado desde o início da pandemia”. 

O professor Franciel de Oliveira Silva, do Colégio Estadual Manoel Vicente de Souza, de Augustinópolis, destacou a metodologia de trabalho da formação. “Foi um momento para esclarecimentos sobre a volta às aulas em meio à pandemia e aos novos desafios, em que iremos utilizar algumas ferramentas e entrar de fato no meio tecnológico para que nossos alunos possam receber o ensino. Mesmo à distância, a formação permitiu a interação educacional com repasse de informações e orientações importantes”, pontuou.

Diante do atual cenário, que exige o distanciamento social, o professor do Colégio Estadual Adolfo Bezerra de Menezes, de Araguaína, Raphael Mendes Rosa, ressaltou que o método de formação adotado pela Secretaria de Estado de Educação, Juventude e Esportes foi eficiente e de qualidade, visto que nesse atual cenário, os professores necessitam de aperfeiçoamento para desenvolver melhor suas atividades.

Formação a Distância

Ozeias Rocha assumiu a direção da Escola Estadual Anaídes Brito Miranda, de Santa Fé do Araguaia, há um ano e destacou que tem sido necessário se reinventar para enfrentar os novos desafios. “Nunca imaginava que, nesta nova jornada, receberia a divina missão de ter que me reinventar, encontrei conforto e ânimo ao ver a preparação, solicitude, amor e dedicação dos profissionais da Seduc, que nos trouxeram tranquilidade e confiança para fazermos uma nova educação”, salientou.

A professora e coordenadora da área de Matemática do Centro de Ensino Médio (CEM) Bom Jesus, de Gurupi, Ana Cláudia Agostinho, pontuou que o retorno das aulas marca uma nova fase para a educação. “A formação veio com um formato totalmente diferente do que estávamos acostumados, mas logo de início começamos nos ambientar nesse novo contexto. Tinha diversas dúvidas e angústias que foram esclarecidas pelas formadoras, que também trouxeram diversos recursos que poderemos trabalhar a partir do retorno das aulas”.

A diretora Elizabeth Gama da Silveira, também do Centro de Ensino Médio Bom Jesus, frisou que a formação atendeu aos diferentes públicos. “Esse momento foi extremamente importante para todos nós, para trocarmos experiência e unirmos forças. A formação trouxe bastante tranquilidade, principalmente pelas dicas e orientações referentes ao retorno das aulas para a 3ª série do ensino médio. Para nós, gestores, a pauta que diz respeito à organização e registro da vida escolar do estudante, nesse novo formato trabalhado, foi extremamente importante”, pontuou.   

Post Anterior

Alta genética: fazenda em Marianópolis é modelo em confinamento de bovinos

Próximo Post

Órgãos e entidades se unem para discutir ações de prevenção e combate a incêndios