0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 10/07/2022 13:11

O secretário de Segurança Pública de Foz do Iguaçu, Marcos Antonio Jahnke, lamentou a morte do guarda municipal e militante petista Marcelo Arruda. Ele disse à RPC que a Polícia Civil investigará as motivações do crime.

“Pelo que a gente percebeu, foi uma intolerância política”, afirmou.

“A Delegacia de Homicídios está apurando o caso para maiores esclarecimentos da motivação do crime.”

Marcelo comemorava seu aniversário de 50 anos com familiares e amigos em uma festa com decorações temáticas em homenagem a Lula.

O PT também divulgou nota lamentando a morte do guarda municipal e afirmou que o caso se deu por crime de ódio por um bolsonarista.

Post Anterior

Brasil tem ao menos quatro restaurantes entre os melhores do mundo

Próximo Post

Argentina vive nova crise, e lojas perdem noção de quanto cobrar