0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 13/07/2022 13:13

A Câmara suspeita que o rompimento de um cabo de fibra ótica tenha causado a pane no sistema de votação da PEC dos Benefícios, na noite desta terça-feira.

De acordo com aliados do presidente da Câmara, Arthur Lira, ele quer ir até o fim da investigação porque não considera que a pane tenha sido normal já que os dois sistemas que alimentam a internet da casa caíram. Lira esteve conversando com integrantes da Polícia Federal até perto das 4 horas da manhã desta quarta-feira para entender as razões que levaram ao problema.

A PF informou à Câmara que vai intimar as empresas responsáveis pelo sistema para ouvi-las. Uma das companhias alertou que houve ruptura de um cabo. Os relatórios preliminares da apuração, no entanto, não são conclusivos.

Uma das suspeitas é de que acidente em uma obra na cidade possa ter rompido o cabo de fibra ótica, o que em um primeiro momento não explicaria o problema ter atingido os dois sistemas de internet da Câmara.

Na sessão de votação, havia 467 deputados registrados. Porém, 40 parlamentares não conseguiram votar, mesmo assim houve a aprovação em primeiro turno do texto. Desses, 25 parlamentares estavam fora de Brasília e outros registraram presença mas saíram do plenário para votar remotamente.

votação será retomada nesta quarta-feira porque o sistema de internet da Câmara foi restabelecido após auxílio do Senado.

Post Anterior

Inflação nos EUA acelera para 9,1% em 12 meses, maior valor em 41 anos

Próximo Post

Autonomia das federações partidárias é questionada na Câmara