0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 05/03/2020 15:26

A professora Walderice Santos Silva, da Escola Estadual Giuliano Moretti, de Tocantinópolis, vai participar da “II Jornada de estudos sobre EJA em contexto de privação e restrição de liberdade”, realizada pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal). O evento vai ocorrer nos dias 27 e 28 de março.

O trabalho selecionado foi “Relato de Experiência”, uma ação da professora que foi desenvolvida com os estudantes da Educação de Jovens e Adultos, turmas do 2º e 3º segmentos, que funcionam na Casa de Prisão Provisória de Tocantinópolis na Escola Estadual Giuliano Moretti, que é uma extensão do Colégio Estadual Professor José Carneiro de Brito, de Tocantinópolis.

Professora – Walderice Santos Silva

A experiência foi desenvolvida na área de linguagens, códigos e suas tecnologias, intitulada “A prática docente na cadeia Pública de Tocantinópolis: um Relato de Experiência”, que foi inscrito e selecionado na programação da II Jornada de Estudos sobre EJA em contexto de privação e restrição de liberdade, que ocorrerá em Maceió-AL, na Ufal.

A seleção do trabalho foi motivada pela relevância e resultado da prática educativa nas salas de aulas na Unidade Prisional de Tocantinópolis. O comportamento dos estudantes e a melhoria no desempenho da aprendizagem elevaram a 100%, com aprovação de alunos no Exame Nacional para Certificação de Competências da Educação de Jovens e Adultos (Encceja), destacando-se também o desempenho de parte deles no Exame Nacional do Ensino Médio, com inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Segundo Walderice Santos Silva, sua participação no evento significa o reconhecimento do trabalho desenvolvido com os reeducandos. “Apresentar o processo educativo realizado em sala de aula para pessoas privadas de liberdade em um evento nacional é uma honra, visto que é notório o impacto do resultado da educação em prisões desenvolvidas no Tocantins, na cidade de Tocantinópolis”, comentou.

O trabalho realizado pela professora Walderice foi transformado em artigo a ser publicado nos anais do evento, tendo como autora Walderice Santos Silva, e coautora Jhenissa da Silva Sousa, parceira da rede municipal de Educação de Tocantinópolis.

Post Anterior

Parceria entre Escola do Legislativo e faculdades prevê desconto de até 40% a servidores

Próximo Post

Combate à violência contra a mulher: Polícia Civil deflagra Operação Marias em Palmas e no interior do Estado