0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 04/12/2020 20:53

As queimadas atingiram 18% do território brasileiro nos últimos 20 anos, segundo aponta estudo inédito publicado na última quinta-feira, 03. A pesquisa reuniu dados de satélite para avaliar o impacto do fogo nas diferentes regiões do país.

O território atingido tem 1,5 milhão de km². Quase 70% dessa área estava coberta por vegetação nativa.

As áreas queimadas eram, na maior parte dos casos, propriedades privadas e assentamentos. O fogo é utilizado para limpar pastagens, roças e áreas recém-desmatadas.

Na Amazônia, foi atingida pelas queimadas área de pelo menos 330.000 km². Em mais da metade, os incêndios ocorreram duas ou mais vezes. Só em outubro, a floresta amazônica teve 17.326 focos de incêndio, mais do que o dobro do registrado no mesmo período do ano passado.

Tasso Azevedo, coordenador do Mapbiomas, responsável pelo estudo, disse que o que acontece na Amazônia não é um evento da natureza.

“O fogo na Amazônia não é um evento natural. Se a Amazônia seca, ela vai ter muita dificuldade de recuperar seu ciclo de águas, ciclo de chuvas tão importante para todo o país”, disse.

Ele disse que os incêndios “saíram do controle” no Brasil.

“As queimadas, na forma como elas acontecem no Brasil, são queimadas que saíram do controle. Elas também são –não podemos esquecer– fonte de gases de efeito estufa, que agravam o problema climático, e também de poluição que agrava os problemas respiratórios.”

Queimadas em Biomas nos últimos 18 anos por mil Km2

Cerrado                        102,4

Amazônia                       62,3

Pantanal                         32,9

Mata Atlântica               15,1 

Caatinga                            7,8

Pampa                                6,0   

Post Anterior

Exclusivo: 77% querem vacinação obrigatória no Brasil, diz estudo

Próximo Post

Covid-19: Reino Unido vai começar a vacinar cidadãos na terça-feira