0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 07/07/2021 13:14

Empresários inscritos no projeto Na Rota da Exportação participaram nesta quarta-feira, 07/07, da palestra de abertura das atividades com a administradora e master coach, Tudy Vieira, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) em Palmas.

O projeto é desenvolvido pela FIETO e SEBRAE par atendimento a 15 empresas de diferentes segmentos com o objetivo de preparar as micro e pequenas indústrias tocantinenses para atuarem no mercado exterior. A abertura do evento foi feita pelo vice-presidente da FIETO, Emilson Vieira e pela diretora técnica do Sebrae Tocantins, Eliana Castro.

Vieira destacou que o empresário tocantinense está atento as tendências do mercado e trabalhando para ampliar e diversificar a participação do estado na Balança Comercial brasileira. “A exportação do Tocantins representa 0,5% da Balança Comercial do País, concentrada em produtos como a soja e carne, o que mostra uma faixa muito grande para crescermos e ampliarmos este mercado. E somos nós, empresários, que podemos analisar este mercado e oportunidades e aumentar nosso faturamento e essa participação”, disse o empresário e vice-presidente.

Estas oportunidades geradas no mercado internacional também foram destacadas pela diretora técnica do Sebrae Tocantins. “A pandemia mostrou que não existem mais fronteiras. Dentro de um ambiente com oportunidades, o empresário precisa se adaptar e parar para aproveitá-las de fato, e é isto que este projeto proporciona. O Brasil é um celeiro de oportunidades e vocês que participam aqui hoje estão de parabéns por aproveitarem isso”, observou Eliana Castro.

Para viabilizar esta atuação no mercado internacional, o projeto Na Rota Da Exportação prevê em suas próximas etapas a realização de consultorias com objetivo de aumentar o nível de maturidade e produtividade em escala internacional destas empresas. “A nossa empresa já vinha passando por um processo de migração pro on-line e vimos no projeto uma oportunidade de crescimento e de nos profissionalizar em uma área em que ainda não tínhamos conhecimento. Nós estamos com a expectativa bem grande, vendo como uma oportunidade de crescimento e aprendizado, tanto no mercado interno como para exportação”, avaliou a empresária Adriana Prado, sócia-administradora da Moderan – Moda Feminina.

Em sua palestra, Tudy Vieira falou sobre a importância da visão de longo prazo para o negócio, da inovação e gestão ativa dos líderes da empresa.

Post Anterior

Projeto contra supersalários pode economizar R$ 3 bilhões por ano

Próximo Post

Justiça bloqueia imóvel rural vendido por Kátia Abreu em Campos Lindos