0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 03/05/2022 09:55

A produção industrial do Brasil subiu 0,3% em março contra fevereiro, informou nesta 3ª feira (3.mai.2022) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Esse foi o segundo resultado mensal seguido.

O setor tombou 4,5% no acumulado do ano contra igual período de 2021. Em 12 meses, teve alta de 1,8%. Vem reduzindo a intensidade de crescimento desde agosto de 2021, quando apresentou avanço de 7,2% no período.

Segundo o IBGE, março foi marcado pelo crescimento na produção de veículos automotores, reboques e carrocerias (6,9%), outros produtos químicos (7,8%), bebidas (6,4%) e máquinas e equipamentos (4,9%). Também houve contribuições de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (7,9%), de couro, artigos para viagem e calçados (8,9%) e de indústrias extrativas (0,9%).

Na contramão, 12 atividades tiveram queda no mês, com destaque para produtos alimentícios (-1,7%), coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-2,1%) e produtos farmacoquímicos e farmacêuticos (-8,4%).

Entre as grandes categorias econômicas, bens de capital (8,0%) e bens de consumo duráveis (2,5%) tiveram as taxas positivas mais acentuadas em março. o setor produtor de bens intermediários subiu 0,6%. Do lado das quedas, os bens de consumo semi e não-duráveis recuaram 3,3%.

Post Anterior

LULA E ALCKMIN PERCORRERÃO O PAÍS APRESENTANDO A CHAPA

Próximo Post

Rodrigo Pacheco negocia proposta para limitar indulto presidencial