0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 20/07/2020 15:33

O principal suspeito de ter sido o executor da morte do empresário Elvisley da Costa de Lima, de 54 anos, foi preso neste domingo, 19, no Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF-GO), em Uruaçu, distante 556 quilômetros de Palmas.

A prisão do homem, de 47 anos, aconteceu em cumprimento de mandado de prisão temporária expedido pelo Poder Judiciário e foi executada de forma conjunta pela Polícia Civil do Tocantins, por meio da equipe da1ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (1ª DHPP de Palmas), pela PRF-GO e pelo Comando de Operações de Divisa (COD) da Polícia Militar do Estado de Goiás.

O empresário foi assassinado no dia 23 de janeiro deste ano, em um estacionamento da Avenida Palmas-Brasil, em Palmas.

As investigações para elucidar a motivação e a autoria do homicídio foram iniciadas de imediato pela 1ª DHPP de Palmas. Neste domingo, 19, após intenso trabalho investigativo e cruzamento de dados, foi possível efetuar a prisão do suspeito.

De acordo com o delegado-chefe da 1ª DHPP e presidente da investigação, Guido Camilo, o recambiamento do suspeito para Palmas será solicitado. “Aqui, ele será interrogado e, depois dos procedimentos cabíveis, encaminhado para a Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP)”, explicou o Delegado ao afirmar que tudo indica que o suspeito contou com uma ampla rede de proteção para que continuasse foragido. “Porém, sua prisão demonstra que ninguém está imune a responder pelos seus crimes”, finalizou o Delegado.

Post Anterior

Governo rejeita mudança para financiar o Sistema “S”

Próximo Post

Coronavírus: 129 municípios tocantinenses contabiliza casos confirmados

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *