0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 29/07/2021 17:21

PTB, PL e Republicanos agora cobram do presidente da República mais espaço no governo, o que deve levar à recriação de ministérios e nova dança das cadeiras.

A nomeação de Ciro Nogueira, do Progressistas, para a Casa Civil já provoca rachaduras na frágil base de apoio de Jair Bolsonaro. PTB, Republicanos e PL começaram a cobrar do presidente da República uma “reforma ministerial de verdade”.

Também há pressão por parte das alas militar e ideológica.

Foto: Pablo Jacob.

Uma parte do Centrão quer que a ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, “seja deslocada para comandar o Ministério do Turismo no lugar de Gilson Machado, nome considerado da cota pessoal de Bolsonaro”.

“Os defensores da ideia disseram ao presidente que precisam de alguém com mais experiência do que Flávia para fazer dobradinha com Nogueira na articulação política com o Congresso. O PL gostaria de levar o Turismo, mas sem perder a Secretaria de Governo. Bolsonaro, porém, ainda não bateu o martelo sobre essa equação.”

Outra parte da base quer a recriação dos ministérios do Planejamento e Indústria e Comércio, que ainda são secretarias especiais da Economia.

Post Anterior

Senado ressuscita proposta de reforma que une tributos estaduais e municipais

Próximo Post

Relatório revela aumento nos atendimentos gerais do Corpo de Bombeiros