0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 13/06/2019 09:07

A prefeitura de Araguaína, norte do Estado, irá realizar no período de 15 dias uma força-tarefa para regularizar cerca de 50 pit dogs, pequenas lanchonetes, no município. 

Em média, 50 permissionários desses pontos de venda de lanches devem procurar a Fundação de Atividade Municipal Comunitária (Funamc), localizada à Rua Humberto Campos, nº 508, no Bairro São João, para regularizarem os serviços.

Foto: Marcos Sandes/Ascom.

De acordo com o município, serão vistoriadas lanchonetes fechadas ou usadas de forma irregular em áreas públicas, como praças e calçadas. Serão catalogados os locais que não estão sendo usados pelos permissionários ou funcionando de forma irregular. “O objetivo é que os pit dogs públicos estejam abertos e gerem renda para famílias que necessitem, evitando sujeira e poluição visual”, informou a presidente da Funamc, Núbia Marinho.

Código Municipal de Postura

De acordo com o Código Municipal de Postura, os pit dogs podem comercializar sanduíches e salgados; refrigerantes, água, suco de frutas, picolés e sorvetes; bolos, biscoitos, doces e bombonieres em locais públicos de acordo com os tamanhos oficiais e regularização junto ao Município. Ainda segundo o código, a concessão da autorização para a instalação de pit dog será expedida em nome do requerente e só terá validade para o exercício em que for concedida. 

Post Anterior

Senado aprova criação da Universidade Federal do Norte do Tocantins; matéria vai à sanção presidencial

Próximo Post

Descontos no 1º Liquida Porto chegam a 70%; estandes estão montados no Espaço Cultural Beira Rio