Home»Comunidade»Prefeitura de Novo Acordo repudia suspeitas sobre Dotozin e diz que gestor é “homem sério e honesto”

Prefeitura de Novo Acordo repudia suspeitas sobre Dotozin e diz que gestor é “homem sério e honesto”

Atualizada em: 11/01/2019 10:08

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A prefeitura de Novo Acordo emitiu na noite desta quinta-feira, 10, nota de esclarecimento, assinada pelo secretário de administração, Sildomar Alves Pereira, em que repudia as declarações do vice-prefeito, Leto Moura Leitão Filho(PRB), preso em flagrante, suspeito de ser o mandante do atentado contra o prefeito da cidade, Elson Lino de Aguiar Filho(MDB), o Dotozin, de 59 anos. 

Boletim de ocorrência aponta que prefeito de Novo Acordo foi ameaçado em dezembro por causa de emprego

A nota diz que o atual prefeito “jamais permitiu qualquer tipo de ato ilícito durante o seu mandato, inclusive, nunca  permitiu que se efetivasse qualquer pagamento a fornecedor sem processo licitatório devidamente formalizado nos moldes da legislação brasileira”. Segundo o esclarecimento da prefeitura, Dotozin é “homem sério, honesto e que jamais teve qualquer compromisso de natureza ilícita com o vice-prefeito”.

A reviravolta na investigação da tentativa de homicídio contra o prefeito surpreendeu os moradores do pequeno Novo Acordo, município que fica a 112 km de Palmas(TO). 

Agenciador seria beneficiado após vice-prefeito assumir a prefeitura; ouça audio

Em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, a Polícia Civil apontou que investigava supostas fraudes em licitações na prefeitura de Novo Acordo e encontrou relação com a tentativa de homicídio sofrida pelo prefeito na quarta-feira, 9. Por conta disso, o vice-prefeito foi preso, logo após ser ouvido pelos delegados, na capital. 

Vice é preso suspeito de mandar matar prefeito de Novo Acordo, diz Polícia Civil em coletiva de imprensa; ouça audio

Ele estaria insatisfeito com a falta de repasses de ‘propinas’, mas negou todas as acusações. Além de Leitão, outros dois homens, supostamente o agenciador e o executor do crime, estão presos em Palmas. 

Já o prefeito Dotozin permanece internado no Hospital Geral de Palmas. Apesar dos três tiros que recebeu, não corre risco de morte, mas pode perder a visão de um dos olhos. Segundo nota da Secretaria de Saúde do Tocantins, o gestor deixou a sala vermelha e está na internação. Ele deve ser submetido à cirurgia nesta sexta-feira para reconstrução de ossos da face. 

Post Anterior

Ex-deputado e ex-superintendente do Incra pagará fiança e deve ser solto hoje: Carlão da Saneatins foi preso em operação da PF

Próximo Post

Crime abala Tocantinópolis: comerciante pioneiro é atacado em chácara - polícia busca suspeitos