0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 14/05/2020 15:08

Termina na próxima sexta-feira, 15, o prazo para pagamento em parcela única com desconto de 10% do Imposto Sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbano (IPTU) referente a 2020, e também a primeira parcela dos contribuintes que optaram por dividir o imposto.

O prazo era 16 de março, tendo sido adiado para 15 de abril. No entanto, na sexta-feira também vence a segunda parcela do IPTU, assim serão três parcelas a ser pagas, em virtude de já ter sido lançada no calendário da Secretaria Municipal de Finanças de Palmas (Sefin).

Além do IPTU também são cobradas a Taxa de Coleta de Lixo (TCL) e Contribuição para o Custeio dos Serviços de Iluminação Pública (Cosip).

Descontos

Além do desconto de 10% para pagamento em parcela única, o contribuinte palmense tem direito a mais 20% de abatimento, sendo 10% para os adimplentes com o Município em 2019, e outros 10% previstos no Programa Nota Quente Palmense.

Nesta última categoria, as solicitações para desconto foram feitas até o dia 30 de novembro de 2019. Quem perdeu o prazo deve se programar ao longo de 2020 e solicitar a tempo para ter direito no exercício de 2021.

O boleto para pagamento dos impostos deverá ser impresso pelo contribuinte pela internet, sem custo extra, no endereço eletrônico: http://iptu.palmas.to.gov.br/. A emissão não está sendo feita nas unidades do Resolve Palmas, em virtude da pandemia de coronavírus (Covid-19).

O calendário de pagamentos ficou da seguinte forma:

Parcela única ou 1ª parcela: dia 15 de maio de 2020

Segunda parcela: dia 15 de maio de 2020

Terceira parcela: dia 15 de maio de 2020

Quarta parcela: dia 15 de junho de 2020

Quinta parcela: dia 15 de julho de 2020

Sexta parcela: dia 17 de agosto de 2020

Sétima parcela: dia 15 de setembro de 2020

Oitava parcela: dia 15 de outubro de 2020

Nona parcela: dia 16 de novembro de 2020

Décima parcela: dia 15 de dezembro de 2020

Post Anterior

Coronavírus fora de controle pode proibir brasileiros em outros países

Próximo Post

Senadores confirmam R$ 776 milhões para segurança pública de estados e DF

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *