0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 20/07/2022 15:59

Todas as praias públicas da Capital terão suas telas da área de banho substituídas. Nesta quarta-feira, 20, foi iniciada na Praia do Prata a instalação de mourões (estacas de concreto), que irão substituir as estruturas de madeira que sustentam a tela de proteção. 

Somente na Praia do Prata, serão instalados 120 mourões e cerca de 330 metros de tela metálica revestida de policloreto de vinila (PVC). Todos os mourões e a nova tela estão sendo instalados em linha externa à atual, de modo que somente após a conclusão da nova estrutura de proteção é que a anterior será removida.  

A previsão é de que, na próxima semana, seja iniciada a instalação de novas telas na Praia do Caju. Lá, segundo a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seisp), já foram instalados 80 mourões que sustentarão cerca de 200 metros de nova tela. A Praia da Graciosa e a Praia das Arnos serão contempladas, em seguida.

A manutenção da estrutura de proteção da área de banho das praias da Capital acontece anualmente e visa garantir o isolamento do trecho frequentado por banhistas de animais aquáticos.  Vale lembrar que todas as praias públicas de Palmas receberam no início do mês limpeza e reposição de areia limpa, segundo a Seisp.

Prevenção

Nesta semana, houve relato de acidente com peixe na Praia do Prata em área externa à área protegida. O garçom Cássio Alexandre explica que a troca das telas dará mais segurança a clientes e comerciantes. “Vai nos ajudar no atendimento, com certeza. Vamos ficar despreocupados”, afirmou.

A orientação da Prefeitura de Palmas é de as estruturas não sejam usadas por banhistas para pulos ou saltos e que os frequentadores das praias evitem entrar com alimento dentro da água para evitar que peixes de menor tamanho sejam atraídos.

Em caso de acidente, a orientação é lavar a pele com água e sabão e procurar um serviço médico de urgência mais próximo. É importante que não seja feita automedicação e que seja buscada orientação de profissional de saúde imediatamente.

Post Anterior

Apoiado por Ataídes Oliveira, pré-candidato a deputado estadual Artur Ribeiro busca representar região sudeste na Assembleia Legislativa

Próximo Post

3 em cada 4 partidos ainda não indicaram ao TSE como usarão fundo eleitoral

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.