0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 09/07/2019 13:50

Até o final de julho, a Prefeitura de Araguaína realiza ações de fiscalização e educação ambiental na Praia do Garimpinho às margens do Rio Araguaia. Atuando na conscientização dos acampamentos instalados nos 25 quilômetros de extensão da margem araguainense, a equipe da Secretaria do Meio Ambiente pretende estimular a preservação e o ecoturismo. As atividades vão desde a instalação de contêineres, cadastro dos acampamentos até orientações com distribuição de cartilhas educativas.
 
Ao deixar os acampamentos, os visitantes devem recolher todos resíduos e depositá-los em um dos quatro contêineres implantados pela Prefeitura no porto. Três vezes por semana, a empresa responsável pela coleta de lixo na cidade faz a coleta no povoado.

Como nos anos anteriores, os fiscais ambientais preenchem um formulário com dados pessoais dos responsáveis pelos acampamentos. O documento também é um termo de compromisso onde se responsabilizam pela área que irão utilizar durante a temporada, conforme Lei Ambiental nº 9. 605/98. Foram registrados 90 acampamentos no ano de 2018.
Os trabalhos realizados na praia, são desenvolvidos por meio das secretarias do Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente e da Saúde, com a parceira da Polícia Militar e Ambiental.

As atividades vão desde a instalação de contêineres, cadastro dos acampamentos até orientações com distribuição de cartilhas educativas

Assistência em Saúde

Durante a temporada, o Povoado Garimpinho recebe também outros benefícios, como um posto de saúde, instalado para a realização dos procedimentos básicos de atendimento. Durante a semana, um enfermeiro e um técnico em enfermagem atendem no local. Nos finais de semana, a equipe é reforçada com um médico.

Como chegar 
Para chegar até a praia, saindo do centro da cidade, é preciso seguir 43 quilômetros pela rodovia BR-153 até o posto de gasolina Rio Preto. Há uma entrada à direita do posto que dá acesso à TO-226, o Povoado Garimpinho fica a 102 quilômetros da BR-153.
Post Anterior

Vereadores de Colméia, um ex–gestor municipal e assessores técnicos são alvos da Operação Midas

Próximo Post

Percentual de famílias endividadas aumenta pelo sexto mês consecutivo