0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 02/08/2022 20:36

O PP, partido presidido pelo minstro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, proibiu hoje as executivas locais de firmarem acordos com o PT nos estados. A manifestação é uma resposta a algumas alianças locais que estavam incomodando o presidente Jair Bolsonaro e a cúpula partidária.

“O Diretório Nacional do Progressistas informa que a sigla não irá fazer coligação com o Partido dos Trabalhadores em nenhum Estado brasileiro. O PP oficializou, por meio de convenção nacional, coligação com o PL e apoio à reeleição do presidente Jair Bolsonaro”, afirmou a sigla por meio de nota oficial.

Post Anterior

Lira barra proposta do governo que enquadraria protestos políticos como terrorismo

Próximo Post

Pesquisa Quaest para presidente: Lula tem 44% e Bolsonaro, 32%

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.