Home»Destaque»Policia Militar terá novo comandante, após episódio envolvendo delegado em Guaraí

Policia Militar terá novo comandante, após episódio envolvendo delegado em Guaraí

Atualizada em: 01/11/2017 17:25

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O Coronel Edvan de Jesus Silva, deve assumir na próxima segunda-feira,6 , o comando da Polícia Militar do Tocantins, em cerimônia no pátio do Quartel do Comando Geral da PM, em Palmas. Coronel Edvan, atual chefe do Estado-Maior, irá substituir o coronel Glauber de Oliveira Santos, que será efetivado como Secretário Estadual de Cidadania e Justiça.

Foto: Divulgação.

Coronel Edvan, já foi comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar em Gurupi, sul do Estado. Ele assume o comando da corporação após o episódio em que o delegado da Policia Civil, Marivan da Silva Souza, foi baleado por policiais militares, após ser confundido com criminosos, em Guaraí, no último sábado.

A mudança no comando foi anunciada pela Secretaria Estadual de Comunicação, na tarde desta quarta-feira,01. Atualmente são cerca de 3.600 policiais em todo o Estado.

Delegado baleado

O delegado da Polícia Civil de Colméia, Marivan da Silva Souza, foi abordado por uma equipe da PM, saindo de um hotel. Seu veículo era o mesmo usado pelos assaltantes de um carro-forte em Presidente Kennedy, na tarde da última sexta-feira,27, uma SW4 -, que continuam sendo procurados pela polícia. Marivan foi atingido por três tiros, um deles chegou a trincar seu crânio. O delegado que se recupera bem, deve passar por uma cirurgia para reconstituir parte da orelha.

A prisão preventiva foi decretada contra os policiais Frederico Ribeiro dos Santos, João Luiz Andrade da Silva, Thiago Mariano Duarte Peres e Cleiber Levy Gonçalves Brasilino. A defesa dos policiais informou que vai entrar com Habeas Corpus junto ao Tribunal de Justiça do Tocantins para pedir a liberdade dos envolvidos. Os militares estão presos no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, em Palmas e entregaram as armas e a viatura utilizadas na ação.

Post Anterior

Com o início da Piracema, está proibida qualquer modalidade de pesca até fevereiro de 2018

Próximo Post

Prefeito de Araguaína é alvo de Ação Civil Pública por improbidade administrativa