0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 04/03/2021 16:26

As provas do concurso público da Polícia Militar do Tocantins previstas para acontecerem no dia 14 de março deste ano foram adiadas. O anúncio foi feito pelo comandante-geral da PMTO, coronel Silva Neto, durante uma coletiva de imprensa virtual. 

A nova data prevista para aplicação das provas será no dia 04 de abril. “Vamos continuar monitoramento o andamento da situação de casos no Estado, para saber se teremos condições de efetuar no previsto. A nossa preocupação é com a saúde do candidato. Todos os meios necessários que venham proteger os candidatos e os organizadores, nós estaremos implementando”, afirma o comandante-geral da PMTO.

Inscritos

De acordo com a representante da comissão do concurso, tenente coronel Lorena Alfonso, o certame teve 45.815 inscritos para o concurso de soldados. 

O quadro de praça soldado conta com 44.019 inscritos. Já o quadro praças especialista na area de saúde foram 1.016 inscritos e para especialista em música contou com 780 inscritos. A previsão é que os locais de aplicação das provas seja divulgado ainda no mês de março. 

A Capital, que tem o maior número de casos confirmados da Covid-19, será a localidade que terá o maior número de candidatos no dia das provas. 

De acordo com  o secretário da Saúde do Tocantins, Edgar Tollini, essa “medida foi tomada para segurança dos candidatos e organizadores”. 

Segundo a comissão do concurso, entre as medidas, está a redução do número de candidatos por sala e será feito um levantamento para quantificar quantos candidatos vem de fora do estado. 

Ressarcimento concurso anulado

Durante a coletiva foi anunciado ainda que será publicada uma portaria que prevê a prorrogação do prazo para os candidatos inscritos possam solicitar a devolução da taxa de inscrição do concurso anulado. A medida foi tomada devido o baixo número de pedidos de ressarcimento comparado com o número de inscritos no certame. 

Concurso

São ofertadas 1.000 vagas para praças, sendo 950 vagas para o quadro operacional QPPM, 25 vagas para o quadro de músicos (QPE-Músicos); e 25 vagas para o quadro da saúde (QPS) distribuídas em 20 para técnico em enfermagem e cinco para técnico em Saúde Bucal.

O concurso público visa atender à demanda de reposição de efetivo da Polícia Militar após a anulação do concurso realizado em 2018, além de suprir as novas demandas surgidas devido à pandemia da Covid-19.

Os candidatos aprovados no concurso ingressarão na Polícia Militar para realização dos cursos de formação de praças na graduação de Aluno-Soldado. Ao término do curso, receberão a graduação de Soldado 2ª Classe, nova graduação criada recentemente pela Lei n° 3.731, de 16 de dezembro de 2020. Os salários iniciais, após os cursos de formação, são de R$ 3.330,99 devendo o militar ficar no mínimo 36 meses na graduação. 

Post Anterior

Governo do Tocantins inicia entrega de novas unidades habitacionais no Jardim Taquari, em Palmas

Próximo Post

Obras da nova ponte de Porto Nacional seguem em ritmo acelerado