0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 26/05/2020 16:07

A Polícia Federal oficializou a troca de seis superintendentes regionais e de outros cargos de chefia.

Os nomes foram publicados (veja lista abaixo) em edição extra do Diário Oficial da União dessa segunda-feira, 25. As mudanças foram assinadas pelo secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Tercio Issami Tokano, e não pelo diretor-geral, Rolando Alexandre de Souza, que assumiu o cargo há três semanas.

Entre os nomeados está o delegado Tácio Muzzi, oficializado como superintendente estadual da PF no Rio de Janeiro. O cargo foi pivô da saída do ex-diretor-geral Maurício Valeixo e do ex-ministro Sergio Moro. O presidente Jair Bolsonaro queria trocar o chefe da PF no estado para, segundo Moro, tentar proteger sua família. Bolsonaro nega. A escolha de Tácio, no entanto, foi a primeira providência de Rolando ao ser empossado. O então superintendente, Carlos Henrique Oliveira, foi nomeado diretor-executivo da corporação.

Também foram trocados os superintendentes de Goiás, Paraíba, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Tocantins. Entre outros, foram nomeados o novo diretor do Instituto Nacional de Criminalística da Diretoria Técnico-Científica da PF e o novo chefe de gabinete da corporação.

Veja quem são os novos superintendentes:

Goiás: delegada de Polícia Federal MARCELA RODRIGUES DE SIQUEIRA VICENTE

Paraíba: delegado de Polícia Federal GUSTAVO PAULO LEITE DE SOUZA

Rio de Janeiro: delegado de Polícia Federal TÁCIO MUZZI CARVALHO E CARNEIRO

Rio Grande do Norte: delegada de Polícia Federal LARISSA FREITAS CARLOS PERDIGÃO

Rio Grande do Sul: delegado de Polícia Federal JOSE ANTONIO DORNELLES DE OLIVEIRA

Tocantins: delegado de Polícia Federal MARCÍLIO MANFRÉ AFONSO

Post Anterior

"A transmissão da Covid-19 no Brasil até momento está muito intensa", diz a OMS

Próximo Post

Brasil mantém protocolo sobre cloroquina, apesar de OMS suspender estudos