0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 28/06/2022 10:18

A Polícia Federal no Tocantins deflagrou nesta terça-feira (28/07) a “Operação Midas”, visando combater o comércio ilegal de ouro no Estado do Tocantins.

Mais de 160 Policiais Federais deram cumprimento a 40 mandados de busca e apreensão nas cidades de Porto Nacional, Natividade, Conceição do Tocantins (TO), Goiânia, Uruaçu (GO), São José do Rio Preto, Ribeirão Preto e São Paulo (SP), Londrina (PR) e Caxias (RS), expedidos pela Justiça Federal de Gurupi/TO.

A operação tem como objetivo robustecer o conjunto probatório já existente, assim como combater o comércio ilegal de ouro na região de Natividade/TO, recuperar o ouro extraído ilegalmente e os valores obtidos com o crime.

Conforme indicaram as investigações, pessoas residentes em outras unidades da federação compraram ouro de garimpeiros ilegais da região de Natividade/TO, pagando valores menores que o praticado no mercado e sem a devida certificação.

Os envolvidos poderão responder pelo crime de receptação e/ou comercio ilegal de ouro. 

O nome da operação remete ao personagem da mitologia grega que transformava tudo que
tocava em ouro.

 

Post Anterior

53º Aniversário da Primeira Igreja Batista de Colinas

Próximo Post

BISPOS DO TOCANTINS SE ENCONTRAM COM O PAPA FRANCISCO NO VATICANO