0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 17/05/2022 07:01

Polícia Federal (PF) começou a enviar nesta segunda-feira (16) um documento para os presidentes dos partidos políticos convidando-os para participar de uma reunião que envolve o planejamento de segurança para os candidatos à Presidência da República.

A reunião está marcada para as 10h30 do dia 31 na nova sede da instituição, em Brasília, e vai servir para traçar o número de agentes e para definir como será feita a segurança dos envolvidos.

Documento assinado pelo delegado Marinho Junior, diretor executivo substituto da PF, cita que, com o firme propósito de aperfeiçoar a sua atuação e mitigar os riscos para segurança dos candidatos e dos demais envolvidos no processo eleitoral, a corporação tem antecipado suas ações na elaboração de planejamento operacional para as eleições presidenciais de 2022 e para a segurança pessoal dos candidatos.

A antecipação, ainda segundo o documento, ocorre devido ao curto período de tempo entre convenções que oficializarão as candidaturas (de 20 de julho a 5 de agosto), e o início da propaganda eleitoral, em 16 de agosto.

A PF estima em 30 o número de policiais para cada candidato, dependendo do risco envolvido. Diante do contingente que vai exigir essa segurança, vários agentes têm passado por treinamento na Academia de Polícia Federal.

Post Anterior

Conheça as 10 propostas da CNA para o Plano Agrícola e Pecuário do Brasil

Próximo Post

Defendida por Lula e Guedes, “moeda única” não é viável, dizem especialistas