0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 02/12/2019 14:43

A Polícia Civil do Tocantins concluiu o inquérito policial sobre a morte de Adão Correia da Silva, em julho de 2003. O suspeito, um homem de 49 anos, foi preso no último dia 24 de outubro. Ele é suspeito de cometer um homicídio, depois de uma desavença com a vítima, que teve como pivô uma mulher que atuava como garota de programa.

Além do mandado de prisão pelo homicídio, o homem é suspeito também de outro crime, referente a uma tentativa de homicídio. Segundo o delegado Guilherme Coutinho Torres, no dia do crime, os dois estariam bebendo na região da feirinha e ocorreu uma discussão acerca de uma mulher que mantinha relações sexuais com suspeito e a vítima.

Após a discussão, o suspeito teria ido a um estabelecimento comercial, adquirido uma faca, retornado ao local e desferido golpes fatais na vítima. “Foram realizadas várias diligências e tentativas para localizar o autor. Com o autor preso, foi feito o interrogatório, tendo o investigado confessado o crime, tentando criar uma possível legítima defesa. Contudo, alguns elementos da fala do suspeito e do inquérito policial afastaram essa possibilidade”, disse. O homem foi encaminhado para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína.

Post Anterior

22º Batalhão de Infantaria, em Palmas, forma a 2ª turma de aspirantes a oficial da reserva

Próximo Post

Prefeitura de Colinas prorroga o Refis 2019 até dia 10 de dezembro

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *