Home»Destaque»Polícia Civil deflagra operação contra crimes cibernéticos em Palmas

Polícia Civil deflagra operação contra crimes cibernéticos em Palmas

Vários produtos foram apreendidos e encaminhados para a central de flagrante; polícia estima mais de 50 mil em mercadorias.

Atualizada em: 06/11/2017 21:45

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A Polícia Civil, deflagrou na noite desta segunda-feira, dia 6, uma operação contra crimes cibernéticos em Palmas. De acordo com uma das delegadas responsáveis pela operação, Drª Milena Lima, da Delegacia de Repressão e Crimes Cibernéticos, a investigação foi iniciada pela Delegada Drª Gladys Graciela Cury, da 4ª Delegacia de Polícia Civil que recebeu a denúncia de uma vítima dizendo que havia sido efetuado compras no cartão dela sem o seu conhecimento e sem sua autorização. A partir daí, foi iniciada uma operação e foi localizado no setor Taquari, região sul de Palmas, o local onde os produtos estavam sendo armazenados, supostamente adquiridos com cartões de créditos clonados.

Foto: Polícia Civil – Produtos encontrados no Jardim Taquari

Assim que a Polícia chegou no local, a delegada Gladys entrou em contato com a Delegacia de Crimes Cibernéticos e foi constatado indícios que configuram como estelionato, pois possui vários produtos com nomes de terceiros e eles estavam lacrados. “ A primeira entrevista com o receptador, um senhor de idade avançada, nos disse que não foi ele que comprou, e não sabia como esses produtos foram parar na sua residência, o que sabemos que não é verdade, disse a delegada”.

Foto: Álvaro Júnior

Ainda de acordo com a delegada, foi necessário um caminhão da Polícia Civil para levar toda a mercadoria até a sede da delegacia e ser lavrado o procedimento. “Tem televisão, cafeteira, geladeira de alto valor, vários colchões, tinha produtos de mais de 7 mil reais, a gente estima que tem uma quantia de mais de 50 mil reais”, ressalta Milena.

O senhor que não teve a idade divulgada foi encaminhado para a UPA – Unidade de Pronto Atendimento para procedimentos médicos, em seguida ele será encaminhado para a central de flagrantes para ser ouvido.

Post Anterior

Coronel Edvan de Jesus, assume o Comando Geral da PM no Tocantins

Próximo Post

Polícia Federal realiza operação contra médicos cardiologistas do Plansaúde