0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 28/01/2019 11:43

O Portal Orla Notícias recebeu a informação que o Comando Geral da Polícia Militar discutirá nesta segunda-feira, 28, a recomendação do procurador-Geral de Justiça, José Omar de Almeida Júnior, sobre anular o concurso público para o quadro de soldados. Desde março de 2018, mais de 90 mil candidatos aguardam o andamento do certame, suspenso por decisão judicial e também do Tribunal de Contas do Estado, em razão de supostas irregularidades na aplicação da primeira etapa de provas. 

MPE-TO recomenda prazo de 15 dias para que Carlesse anule o concurso da Polícia Militar

Semana passada, antes da recomendação do MPE, o presidente da comissão organizadora do concurso, coronel Henrique Lima Júnior, disse ao Portal Orla Notícias que o processo administrativo dentro da PM sobre o assunto estava em andamento e a expectativa era que em 30 dias um novo desfecho fosse divulgado.  

Agora, para o MPE, não restam mais dúvidas das fraudes, depois que dois inquéritos policiais investigaram a apreensão de aparelhos celulares nos locais de prova nos municípios de Palmas e Araguaína e a confirmaram que 35 números de telefone receberam os gabaritos das provas aplicadas. “Quase 70 mil candidatos foram prejudicados pela divulgação ilícita do gabarito”, segundo o Ministério Público.

O relatório de conclusão do inquérito civil apontou que o certame “foi alvo de uma fraude engendrada por um grupo criminoso extenso, composto por integrantes de diferentes Estados”. Entre os motivos que teriam facilitado as fraudes, ” a ineficiência dos fiscais e o defeito no detector de metais permitiram que aparelhos celulares fossem escondidos em lixeiras de banheiros dos locais onde as provas eram realizadas para que, posteriormente, próximo ao final do período de aplicação das provas, os candidatos retornassem ao local e recebessem o gabarito via mensagem”.

Por meio da Secretaria de Comunicação, o governo informou que após analisar a recomendação do MPE, se manifestará oficialmente sobre a medida que será tomada. 

Post Anterior

Drogas do "Zói": Mais de 50 porções de crack são apreendidas na região Sul de Palmas

Próximo Post

Outro shopping consegue na Justiça suspender lei dos 30 minutos gratuitos em estacionamento