0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 06/06/2022 19:09

A vice-procuradora-geral Lindôra Araújo determinou o arquivamento de uma denúncia apresentada pelo deputado federal Israel Batista (PSB-DF) contra o presidente Jair Bolsonaro após ele ter questionado o sistema eleitoral.

Durante evento realizado em 27 de abril deste ano, que foi transmitido pelo Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro suspeitou do processo de totalização do TSE, afirmando que havia uma “sala secreta” onde ocorreria a suposta manipulação do resultado eleitoral. O presidente da República ainda propôs uma apuração paralela pelas Forças Armadas.

“Na situação dos autos, as falas presidenciais não constituem mais do que atos característicos de meras críticas ou opiniões sobre o processo eleitoral brasileiro e a necessidade, na ótica do chefe do Poder Executivo da União, de aperfeiçoamento do sistema eletrônico de votação”, disse a vice-procuradora geral em sua manifestação.

Post Anterior

Palmas acumula 17.362 casos suspeitos de dengue desde o início do ano

Próximo Post

Quase 70% das empresas ativas no país são MEI, divulga ministério

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.