0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 10/09/2019 08:19

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira, 10, uma operação contra a propagação de dinheiro falso no Tocantins. Segundo a PF, a Operação Monster visa desarticular um grupo criminoso que vende moeda falsa usando as redes sociais, como grupos de whatsapps e Facebook.

Estão sendo cumpridos três mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva. Cerca de 15 policiais federais cumprem os mandados na capital. De acordo com a Polícia Federal , a investigação começou após prisões em flagrante de pessoas envolvidas com repasse de moeda falsa na capital em setembro do ano passado. 

Ainda segundo a PF, as ‘encomendas’ do dinheiro falso eram postadas no grupo e, após o envio do comprovante de pagamento, os criminosos postavam as cédulas junto aos Correios. Os investigados devem responder pelo crime de circulação de moeda falsa, cuja pena pode chegar a doze anos de reclusão.

Post Anterior

O melhor da festa; Prefeitura de Palmas premia vencedores do 13º Festival Gastronômico de Taquaruçu

Próximo Post

Concurso: em nota, Polícia Militar afirma aguardar informações da AOCP para começar a devolução das inscrições

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *