0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 08/01/2020 15:35

Para ajudar o consumidor palmense que precisa comprar material escolar neste início de ano, o Procon Tocantins realizou entre os dias 02, 03 e 06 de janeiro uma pesquisa de preço de material escolar para o ano letivo de 2020.  O órgão de defesa do consumidor pesquisou os preços de 83 itens em cinco estabelecimentos comerciais da Capital e encontrou uma variação de até 192,31%.

A pesquisa do Procon Tocantins, apontou que o item que atingiu maior variação de preços foi a régua plástica de 30 cm, com variação de 192,31%, vendida entre R$ 0,65, e R$ 1,90. Em segundo, ficou o apontador de lápis, com variação de 150%, comercializada entre R$ 0,60 e R$ 1,50. Em terceiro lugar, vem o giz de cera – estojo 12 cores, com variação de 137,19%, comercializada entre R$ 1,99 e R$ 4,72.

Entre os produtos pesquisados estão canetas, apontadores, borrachas, cadernos, colas em bastão e líquida, giz de cera, lápis preto, lapiseiras, marca texto, massas de modelar, réguas, tesouras, corretivos, papel, pincel e tinta. A pesquisa completa pode ser conferida no site do Procon.

“Essa pesquisa realizada pelo Procon é imprescindível para o consumidor, porque o norteia para as compras do material. É importante também verificar quais produtos da lista o consumidor já possui em casa e se ainda estão em condições de uso e, ainda,  observar o que deve e o que não deve ser solicitado pelas escolas”, afirmou o superintendente do Procon Tocantins, Walter Viana.

Denúncias

Procon Tocantins orienta consumidores a pesquisar antes de comprar. Foto: Thaise Marques/Governo do Tocantins.

No Tocantins, solicitação de informações e ou denuncias devem ser realizadas por meio do Disque Procon 151, o Whats Denúncia (63) 9216-6840, ou ainda junto aos núcleos. 

O gerente de fiscalização Magno Silva, destacou que é necessário verificar as formas de pagamento. “Orientamos que nossos consumidores prestem atenção nas formas de pagamento e se estão de acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC). Em caso de dúvida ou denúncia que procure o Procon Tocantins”, destacou Silva.

Post Anterior

Polícia Civil localiza motocicleta furtada perto de um matagal em Luzimangues

Próximo Post

Alistamento ao serviço militar pode ser feito nas unidades do Resolve Palmas; saiba como

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *