0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 13/03/2019 08:39

O Tribunal de Contas da União deve analisar nos próximos dias o pedido do Ministério Público de Contas para suspender o leilão da Ferrovia Norte-Sul, previsto para 28 de março. O trecho da ferrovia que será licitado tem 1.537 quilômetros de extensão, e fica entre Porto Nacional (TO) e Estrela D’Oeste (SP).

Ferrovia Norte-Sul. Foto: Divulgação.

O MPC justificou o pedido de suspensão, apresentado nesta segunda-feira, 11, apontando que o edital apresentado pelo governo favorece as duas empresas que operam trechos: a VLI, responsável pelo tramo Norte da ferrovia até o Porto de Itaqui (MA), e a Rumo Malha Paulista, que faz conexão com a ferrovia e desemboca no Porto de Santos (SP). As empresas e o governo negam qualquer tipo de favorecimento.

O leilão da Norte-Sul é o principal projeto de infraestrutura ferroviária do país. O lance mínimo de venda deste trecho é de R$ 1,3 bilhão e seria a primeira concessão do setor ferroviário, em 12 anos.

Post Anterior

Eduardo Gomes é anunciado como um dos vice-líderes do Governo no Senado Federal

Próximo Post

Ex-secretária da Secom e alvo de parabéns de amigos

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *