0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 29/05/2020 16:21

Com tudo que estamos passando devido ao novo coronavírus percebemos o impacto causado em nossas vidas, tivemos que mudar muitas coisas drasticamente e com isso acabou levando muitas pessoas a terem as suas jornadas de trabalho  reduzidas e com isso até tendo os seus vencimentos reduzidos.

Outros acabaram perdendo os seus postos de trabalho ficando sem renda, todos foram afetados em maior ou menor escala.

Nesse novo momento de incertezas e percas de renda o melhor é cuidar das finanças e em especial o seu dinheiro sua grana.

BEM VAMOS LÁ IREI PASSAR 3 PASSOS PARA COMEÇAR A ORGANIZAR SUAS FINAÇAS AINDA ESSA SEMANA

INFELIZMENTE HOJE O BRASIL TEM 66,5% DA POPULAÇÃO ENDIVIDADA.

É o que dizem os dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). No mês de abril o nosso percentual era de 66,6%, tendo em vista a mais alta da historia da pesquisa que iniciou em 2010.

“Cuidarmos das finanças é olhar tanto para o presente quanto para o futuro, isso é válido para aqueles que não passam por dificuldades ou para aqueles que estão passando por dificuldades financeiras, precisamos considerar o momento  muito delicado e para isso precisamos entender a situação financeira e tomar precaução para que a mesma fique saudável em médio longo prazo”.

INICIAREMOS POR ONDE?

Termos um controle das contas ou o controle financeiro parece ser mais complicado do que encontrar Dinossauro na rua. Mas a verdade é que para começarmos a organizar não precisamos ser um Dinossauro ou um monstro de sete cabeças é simplesmente uma questão de organização.

LISTE TODOS OS SEUS GASTOS DO MÊS:

Comecemos pela Fatura do Cartão de Crédito, depois às contas da casa, lembrando em incluir todas as outras despesas deste mês e as que estão em atraso também. Indico que registre também os juros cobrados e o tempo em atraso de cada uma das contas.

CALCULE SUA RENDA

Nesta parte tem que saber todos os  rendimentos o que seja tudo que entra em termos de receita. Seja sálario, aluguel, auxilio do governo, aposentadoria, ou qualquer outro tipo de renda, precisamos visualizar o quanto de dinheiro entra no mês para assim vermos a diferença entre a nossa receita e as nossas despesas.

PRIORIZAR SEMPRE

Com tudo em mãos, fica mais fácil para visualizarmos se existe espaço para que possamos fazer cortes no nosso orçamento, aqui está a diferença entre os que têm renda e os que perderam renda ou até mesmo sem renda, com entradas suficientes para cobrir as despesas podem tentar reduzir os gastos não essenciais assim garantirá uma reserva para o seu futuro.

Aos que estão sem renda (ou renda reduzida), por outro lado já não tem gastos essenciais para cortar. Assim é priorizar as dívidas, se caso não for possível quitar todas as contas, será necessário escolher quais contas irá ser paga primeiro. Inicie quitando ou negociando dividas aonde os juros são mais altos, para evitar acumulo de juros, entre em contato com as instituições para quem você deve para negociar condições mais vantajosas.

VONTADE DE FUGIR DOS PROBLEMAS E GRANDE

Estamos vivendo um momento delicado e muito difícil, não temos uma previsão exata do que vai acontecer. Nessas horas, é normal querermos deixar de lado alguns problemas, especialmente quando se envolve dinheiro. Mas por mais duro e difícil que seja, é importante ter o controle financeiro. Comece, tente, inicie a controlar os seus gastos.

O que você conseguir economizar hoje o ajudará no futuro.

Cicero Piga / Consultor de BI

Post Anterior

Juros do cheque especial e cartão de crédito caem em abril

Próximo Post

Cartilha orienta mulheres interessadas em concorrer às eleições em 2020