0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 19/03/2022 16:45

Palmas se tornou oficialmente uma cidade parceira da Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (Abree) a partir deste sábado, 19, ao assinar, por meio da Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA) uma carta de intenções para implantação de uma Central de Logística Reversa na Capital. O Município também recebeu o Selo Abree, que atesta seu comprometimento com a implementação da logística reversa de eletroeletrônicos. A assinatura aconteceu durante a cerimônia de abertura do Programa Rios + Limpos, que percorreu o Lago de Palmas, retirando lixo e resíduos descartados indevidamente no local.

O presidente da FMA, Fábio Chaves, que recebeu o selo das mãos da representante da Abree, Hellen Brito, também ressaltou a importância de iniciativas como a do Programa Rios + Limpos. De acordo com ele, esse tipo de ação vem ao encontro da proposta da administração municipal para preservação das riquezas naturais. “Temos o compromisso com a geração atual e as futuras de preservar essa riqueza abundante que é o Lago de Palmas. Sabemos que apesar de sermos privilegiados por esse recurso natural, também já enfrentamos problemas, como o descarte de resíduos no Lago e é isto que buscamos superar, comentou Chaves.

A solenidade de abertura do Programa aconteceu na Praia da Graciosa e percorreu as praias do Prata e Arnos, além de ilhas do Lago, retirando resíduos que foram descartados nas águas, podendo comprometer a vida do próprio curso d’água, quanto de animais que habitam o local.

O Programa

O Rios + Limpo é um Programa do Ministério do Meio Ambiente, lançado em setembro de 2021 e Palmas é a sexta região visitada. A representante do Ministério do Meio Ambiente, Ana Paula Ramos, disse que o trabalho realizado no Lago de Palmas ajuda a alavancar a agenda ambiental nacional. “Hoje é um dia especial, em que podemos exercer nossa cidadania, nos comprometendo com a preservação desse belíssimo Lago de Palmas, para a nossa e as futuras gerações”, observou.

O objetivo é fomentar ações de despoluição, incentivo à limpeza e coleta de lixo em rios, lagos, lagoas e praias fluviais, além da implementação de sistemas de tratamento descentralizado de efluentes em áreas não atendidas pelos sistemas tradicionais, bem como a promoção de projetos que visem o reuso de efluentes no País.

Parceiros

Em Palmas, além da FMA também são parceiros do Programa a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), o Exército Brasileiro, a Prefeitura de Palmas, o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), a Marinha do Brasil, a Associação Brasileira de Reciclagem Animal (ABRA), Polícia Militar do Tocantins (PMTO), Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Guarda Metropolitana de Palmas (GMP), Cooperativa de Produção de Recicláveis do Tocantins (Cooperan) e a Associação dos Proprietários de Catamarã.

Foto Luciana Pires

 

Post Anterior

Bolsonaro diz que bloqueio do Telegram contraria Marco Civil da Internet

Próximo Post

Incêndio atinge anexo do Palácio do Planalto