0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 06/06/2022 18:59

Em Palmas, da primeira semana de janeiro deste ano até o último dia 28, o Monitoramento Semanal das Arboviroses da Secretaria Municipal da Saúde (Semus) notificou 17.362 casos suspeitos de dengue na Capital e, ainda, 2.906 casos de chikungunya, 441 de zika vírus e seis de febre amarela. 

A Semus orienta que a população mantenha a atenção dobrada com qualquer recipiente que possa acumular água e ser um ambiente favorável para a criação de focos do mosquito transmissor. 

O monitoramento mostra que, até o momento, dos casos notificados foram confirmados 7.365 pacientes com dengue e 879 com chikungunya. Não há confirmação de zika vírus e febre amarela na cidade, segundo o documento. A Semus reforça que os números são parciais e estão sujeitos a alterações. 

Em relação ao mesmo período do ano passado, a Capital investigava 1.189 casos de dengue, 91 de chikungunya, 80 de zika vírus e quatro de febre amarela, sendo que foram confirmados 446 casos de dengue, 11 de chikungunya e cinco de zika vírus. Não houve confirmação para as suspeitas de febre amarela. Mais informações podem ser conferidas no boletim semanal das arboviroses. 

Post Anterior

Prefeitura de Palmas reforça importância da doação de sangue

Próximo Post

PGR descarta investigar Bolsonaro por ataque às urnas eletrônicas

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.