0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 26/04/2022 17:51

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou nesta terça-feira (26) que a perda de um mandato parlamentar precisa ser apreciada pelo Congresso Nacional, na casa legislativa do parlamentar, seja ele deputado federal ou senador.

Pacheco foi questionado sobre o seu entendimento em relação à cassação, tendo em vista a discussão em torno do caso do deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado na última semana pelo STF a oito anos e nove meses de prisão, bem como à suspensão dos direitos políticos e à perda do mandato.

“Recorro muito mais à questão jurídica do que política. Em uma situação de uma decretação de perda de mandato por parte do Judiciário, há a necessidade de se submeter à casa legislativa, para que a casa legislativa decida sobre isso”, disse.

O presidente do Senado acrescentou: “Então, eu considero que a melhor inteligência da Constituição é nesse sentido, quando se exige a apreciação da maioria dos pares. Um mandato outorgado pelo voto popular só pode ser retirado pela própria casa legislativa através da votação dos seus pares”.

Post Anterior

Governo do Tocantins paga servidores nesta quarta-feira, 27

Próximo Post

Grande Rio é a campeã do carnaval carioca de 2022