0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 30/09/2020 18:02

A prevenção ainda é a melhor forma de combate ao câncer de mama, doença causada pela multiplicação desordenada das células da mama.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) incentiva a prevenção dessa enfermidade durante todo o ano, e no Outubro Rosa, campanha que promove a conscientização sobre a doença, a pasta estimula o conhecimento sobre a doença e suas formas de prevenção.

O gerente da Rede Oncológica da SES, Rodrigo Cândido de Souza, esclarece que as ações de prevenção ao câncer precisam ocorrer rotineiramente “Precisamos entender que o Outubro Rosa é um mês onde o Brasil fala sobre o assunto, mas é para justamente levar conhecimento à população, e não transformá-lo no mês de realização de exames. Os meses para realizar exames, são: janeiro, fevereiro, março, ou seja, o ano inteiro. Precisamos desmistificar que o mês de outubro é apenas para realizar os exames, que não foram feitos em outros meses”.

O médico mastologista Dr. Nilo Coelho Junior, reforça a importância do diagnóstico precoce “todo câncer quando descoberto precocemente aumenta as chances de cura, no caso do câncer de mama, a descoberta precoce favorece o tratamento conservador com menos mutilações e muitas vezes sem necessidade de quimioterapia”.

O especialista explica que o tratamento da doença é feito no Tocantins, “desde o tratamento cirúrgico, com técnicas de reconstrução mamária, até a quimioterapia e a radioterapia podem ser feitas no Estado. Temos equipes capacitadas no SUS, em Palmas e Araguaína”, afirmou.

A mamografia é a principal ferramenta para o diagnóstico precoce do câncer de mama, a orientação é que mulheres de 50 a 60 anos realizem o exame a cada dois anos.

No Tocantins, foram realizadas pelo SUS em 2019, 8.825 exames de mamografia, e entre janeiro a julho de deste ano, 2.854 exames já foram feitos, nas seguintes unidades hospitalares: Hospital Regional de Araguaína (HRA), Hospital Regional de Gurupi (HRG), Hospital Regional de Augustinópolis (HRA), Hospital Regional de Dianópolis (HRD), Policlínica João Coelho de Azevedo na cidade de Paraíso do Tocantins e clínicas conveniadas em Palmas.

Superação

“Comecei as quimioterapias em 2017, mas sempre fiquei firme e confiante. Perdi meus cabelos, mas ganhei muito aprendizado e conheci mulheres maravilhosas. Hoje estou curada, para honra e glória de Deus”, esse é o relato de Simone Caldas da Silva, 47 anos, que lutou contra o câncer durante um e nove meses.

Simone enfatiza a importância da perseverança para enfrentar a doença. “O câncer não é sinônimo de morte, se encontrado logo, a cura é certa, e mesmo que encontrado um pouco mais avançado, confie em Deus, não abaixe a cabeça, lute com todas as forças, tenha coragem e força! Conheço mulheres curadas com metástase, confie no seu médico, em Deus e principalmente confie em você, na sua força e capacidade de vencer”.

Prevenção

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA) 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados por meio dos seguintes hábitos saudáveis: praticar atividade física, manter o peso adequado, ter alimentação saudável, amamentar, evitar o consumo de bebidas alcoólicas e o uso de hormônios sintéticos.

Sintomas da doença

Os principais sintomas do câncer de mama são: aparecimento de nódulo no seio, geralmente indolor, duro e irregular, mas há tumores de consistência branca, globosos e definidos; edema cutâneo (na pele), semelhante à casca de laranja; retração cutânea; dor; inversão do mamilo; hiperemia; descamação ou ulceração do mamilo e secreção papilar, especialmente quando é unilateral e espontânea.

Casos no Tocantins

Em 2019, foram diagnosticados 288 casos de câncer de mama, já de janeiro a julho de 2020,168 pessoas foram acometidas pela enfermidade. Existe tratamento para câncer de mama, e o Ministério da Saúde (MS) oferece atendimento gratuito por meio do SUS. No Tocantins, os tratamentos são disponibilizados nas Unidades de Alta Complexidade em Oncologia (Unacons) de Palmas e Araguaína.

Post Anterior

Coronavírus: Palmas registra 183 novos casos nesta quarta, 30

Próximo Post

TSE pretende rebater notícias falsas via WhatsApp durante eleições

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *