0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 03/08/2018 09:42

Os servidores que chegaram para trabalhar por volta de 8 horas da manhã desta sexta-feira, 3, no prédio da Câmara Municipal de Palmas(TO), tiveram que aguardar do lado de fora, enquanto agentes e delegados da Polícia Civil do Tocantins permaneciam percorrendo gabinetes dos políticos, analisando e recolhendo documentos. Os policiais cumprem ordens da justiça em investigação que apura suposto desvio de recursos públicos da Fundação Municipal de Esporte e Lazer (Fundesportes) e da Secretaria de Governo e Relações Institucionais da capital.

Funcionários da Câmara aguardaram do lado de fora do prédio enquanto policiais cumpriam mandados de busca e apreensão nos gabinetes. Foto: Wanessa Sobreira/Orla Notícias

Até agora, segundo informou a Polícia Civil, o ex-presidente da Casa, Rogério Freitas(MDB) e o suplente de vereador Waldson da Agesp(PCdoB) já estão presos. Outro ex-presidente, o vereador Major Negreiros(PSB), está em viagem internacional, para o Chile.

No total, são 26 mandados de prisão temporária – 19 já cumpridos – e 31 de busca e apreensão determinados pelo juiz substituto, Rodrigo da Silva Perez Araujo, da 1ª Vara Criminal de Palmas. Os agentes estiveram, logo cedo, por volta de 6 horas da manhã, na residência de políticos, empresários e outros agentes públicos que teriam acesso ao direcionamento e aplicação de recursos da Fundesportes. 

Está prevista para as 10 horas da manhã, entrevista coletiva na sede da Secretaria de Segurança Pública do Tocantins sobre os resultados da segunda fase da operação Jogo Limpo. 

Há pouco, a assessoria de Comunicação da Câmara de Palmas informou à imprensa que o presidente da Casa, vereador José do Lago Folha Filho(PSD), está cumprindo agenda política em Araguaína, a 380 km da capital, e se retornará ainda hoje para prestar esclarecimentos necessários à Polícia Civil.

Dois ex e atual presidente da Câmara de Vereadores no ‘olho do furacão’ de operação policial: vídeos e fotos

Post Anterior

Na Jalapão: Em confronto com a PM, fugitivo da Cadeia de Miranorte é morto

Próximo Post

De Neimar a Cubano: consulte lista de servidores e agentes públicos com prisão decretada na Operação Jogo Limpo

1 Comentário

  1. […] Outro que teria função semelhante era Fernando Fagundes Bastos, responsável por atuar nos processos em tramitação na Secretaria de Governo e Relações Institucionais de Palmas. A investigação ainda apontou outras pessoas que atuavam como operadores pontuais em situações específicas, sendo elas, Marcelo Luiz Ribeiro Araújo, Salvador Domingos Anjos e Waldson Pereira Salazar (o suplente de vereador Waldson da AGESP).  […]