0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 04/11/2019 15:59

Foram cumpridos nesta segunda-feira, 04, cinco mandados de buscas e apreensão, além de uma prisão temporária durante a 2ª fase da Operação Via Avaritia deflagrada pela Polícia Civil, em Palmas. Durante a ação, um empreiteiro de São Paulo que teria contratos com o Governo do Estado e prefeituras do interior, foi preso. Segundo a Polícia, ele é suspeito de integrar um esquema de desvio de recursos públicos por meio de obras de pavimentação asfáltica em várias cidades. A operação investiga fraudes em reformas de imóveis públicos e obras de pavimentação asfáltica no Tocantins.

Por meio de nota, o Governo do Estado informou que não houve cumprimento de mandado de busca e apreensão em nenhum órgão do Governo dentro da investigação da Secretaria de Segurança Pública (SSP) na segunda fase da Operação Via Avaritia.

Durante a operação Via Avaritia, em junho deste ano, foi preso o superintendente da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), Geraldo da Silva Filho. Na época, a filha de Geraldo,Maria Fernanda, também foi presa. A operação apura desvios em um contrato de R$ 29 milhões

Post Anterior

Novembro Azul: especialista em tratamento de câncer de próstata do Brasil irá ministrar palestra na Assembleia Legislativa

Próximo Post

Brownie e pastel de pequi estão entre os pratos do 1º Festival do Pequi e Buriti em Porto Nacional